D.O.E.: 26/09/2017

RESOLUÇÃO CoPGr Nº 7398, DE 21 DE SETEMBRO DE 2017

(Altera a Resolução CoPGr 6922/2017)

Altera dispositivos do Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – FEA.

O Pró-Reitor de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, usando de suas atribuições legais e de acordo com a aprovação ad referendum da Câmara de Normas e Recursos do Conselho de Pós-Graduação, em 18 de setembro de 2017, baixa a seguinte

RESOLUÇÃO:

Artigo 1º – O item XII do Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Administração, baixado pela Resolução CoPGr 6922, de 16 de setembro de 2014, passa a ter a redação conforme o anexo.

Artigo 2º – Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.

Artigo 3º – Ficam revogadas as disposições em contrário (Processo 2008.1.39821.1.2).

Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, 21 de setembro de 2017.

CARLOS G. CARLOTTI JR
Pró-Reitor de Pós-Graduação

IGNACIO MARIA POVEDA VELASCO
Secretário Geral


REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM
ADMINISTRAÇÃO DA FEA:

XII – PROCEDIMENTOS PARA DEPÓSITO DA DISSERTAÇÃO/TESE

XII.1 O trabalho final no curso de mestrado será na forma de dissertação, contendo no mínimo os seguintes itens com o detalhamento publicado na página eletrônica do Programa:
– Capa com nome do autor, título do trabalho, local e data;
– Contra capa com nome da unidade, nome do autor, título do trabalho, nome do orientador, local e data;
– Listas de Figuras, ilustrações, equações e tabelas (caso se aplique);
– Resumo em português;
– Abstract em inglês;
– Capítulos de desenvolvimento da dissertação;
– Bibliografia;
– Anexos (caso se aplique);
– Apêndices (caso se aplique);
– Entregar um Artigo com os principais resultados da dissertação pronto para a submissão em periódico reconhecido pela área.
XII.2 Será permitida a apresentação de tese no formato tradicional e no formato de “3 Artigos”.
XII.2.1 No formato tradicional o trabalho final no curso de doutorado será na forma de uma tese, contendo no mínimo os seguintes itens com o detalhamento publicado na página eletrônica do Programa:
– Capa com nome do autor, título do trabalho, local e data;
– Contra capa com nome da unidade, nome do autor, título do trabalho, nome do orientador, local e data;
– Listas de Figuras, ilustrações, equações e tabelas (caso se aplique);
– Resumo em Português;
– Abstract em Inglês;
– Capítulos de desenvolvimento da tese;
– Bibliografia;
– Anexos (caso se aplique);
– Apêndices (caso se aplique);
– Entregar um Artigo com os principais resultados da tese pronto para a submissão em periódico reconhecido pela área.

XII.2.2 No formato de três artigos deverá seguir a seguinte estrutura em sua parte de desenvolvimento:
– Introdução (contexto, problema de pesquisa, justificativas, visão geral da tese);
– Capítulo descrevendo a estrutura da tese e a interconexão proposta entre os artigos, seus modelos e métodos de pesquisa, contendo também, se necessário, revisão de literatura que não esteja contemplada nos artigos ou outros elementos que o doutorando julgar necessário;
– Artigo 1 – Título, resumo, palavras chave, desenvolvimento;
– Artigo 2 – Título, resumo, palavras chave, desenvolvimento;
– Artigo 3 – Título, resumo, palavras chave, desenvolvimento;
– Capítulo de análise e conclusões, discutindo as relações entre os artigos e as conclusões conjuntas/finais, e demonstrando claramente a contribuição do trabalho; é importante discutir nesse capítulo de que forma a combinação dos três artigos pode ser considerada uma tese de doutorado;
– Outros itens – Anexos, apêndices etc.
XII.2.2.1 Notas:
– Os artigos utilizados na tese devem ser desenvolvidos durante o período em que o aluno esteja cursando o doutorado, não sendo admitidos artigos oriundos de pesquisas anteriores (mesmo que não publicados), tais como dissertação de mestrado e participação em outras pesquisas;
– Os artigos devem ser desenvolvidos objetivando a construção da tese, não sendo admitidos artigos com temas não relacionados ou desenvolvidos em disciplinas não relacionadas ao tema;
– Os artigos devem demonstrar aderência a um eixo temático de desenvolvimento, podendo constituir um processo sequencial de uma mesma pesquisa (por exemplo: um artigo de revisão da literatura, um artigo qualitativo/analítico, um artigo quantitativo/empírico) ou diferentes abordagens em torno do mesmo tema, mas, ficando claro a complementariedade de ambos os artigos desenvolvidos para essa segunda opção;
– Embora possa haver alguma redundância entre os textos dos artigos, a mesma regra do bom-senso prevalece em relação ao autoplágio deve ser observada;
– Os artigos poderão já ter sido apresentados em congressos e/ou submetidos à publicação e/ou publicados, respeitando as seguintes regras:
– Os autores poderão apenas ser o doutorando em conjunto ou não com o orientador e o coorientador;
– Os artigos devem ser apresentados em capítulos seguindo a formatação de teses e dissertações da FEA/USP (não podem ser inseridos no formato em que foram publicados, se esse for o caso);
– Na primeira página do artigo, indicar em nota de rodapé a autoria e coautoria do artigo. Indicar também se o mesmo foi apresentado em algum evento acadêmico (local e data) e se foi encaminhado/aceito/publicado (especificar as datas de submissão/aceitação/publicação) em periódico acadêmico da área (indicar nome do periódico e estrato Qualis CAPES);
– No caso de artigos já submetidos ou já publicados, será de responsabilidade do doutorando e do orientador a verificação dos aspectos ligados a direitos autorais, caso esses tenham sido repassados ao periódico (parecer nº 76/16 da Procuradoria Geral da Universidade). Se necessário, o aluno pode solicitar (por 4 anos) que a tese não seja disponibilizada de maneira completa no portal tese.usp.br;
– Em relação à etapa de qualificação, assim como no caso do trabalho em formato tradicional, espera-se que o projeto demonstre claramente sua relevância e deixe claro o que pretende ser feito (objetivos), como será feito (metodologia) e com que resultados (como os três artigos propostos contribuirão, em conjunto, para a consecução dos objetivos da tese). Também, espera-se que a revisão de literatura já tenha sido realizada;
– A tese poderá ser escrita em português ou inglês (inteiramente em português ou inteiramente em inglês);
– A tese poderá usar o formato ABNT ou APA para as citações e referências (em toda a tese, deverá ser uniforme).
XII.3 O depósito dos exemplares será efetuado pelo(a) candidato(a) no Serviço de Pós-Graduação até o final do expediente do último dia do seu prazo regimental. Para o Mestrado, devem ser entregues 7 (sete) exemplares impressos da dissertação, sendo 1 (um) encadernado em capa dura e os demais em encadernação simples, mais cópia da dissertação em formato eletrônico para disponibilização online. Para o Doutorado, devem ser depositados 7 (sete) exemplares da tese, sendo 1 (um) encadernado em capa dura, e os demais com encadernação simples. Tanto para o Mestrado como para o Doutorado devem ser entregues:
a. Comunicação formal do orientador com sugestões de nomes para a composição da Comissão Julgadora;
b. Mídia digital contendo a versão eletrônica do trabalho, título em inglês e palavras-chave, no formato pdf, e resumo em formato DOC;
c. No caso da dissertação/tese em formato tradicional, descrito no item XII.1 e XII.2.1, deve ser entregue um artigo com os principais resultados da dissertação/tese pronto para a submissão em periódico reconhecido pela área.