D.O.E.: 01/07/2016 Revogada

RESOLUÇÃO CoPGr 7227, DE 30 DE JUNHO DE 2016

(Altera a Resolução CoPGr 6788/2014)

(Revogada pela Resolução CoPGr 7380/2017)

Altera dispositivos do Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro) do Instituto de Ciências Biomédicas – ICB.

O Pró-Reitor de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, usando de suas atribuições legais e de acordo com a aprovação ad referendum da Câmara de Normas e Recursos do Conselho de Pós-Graduação, em 22 de junho de 2016, baixa a seguinte

RESOLUÇÃO:

Artigo 1º – Os itens V, IX e XII do Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro), baixado pela Resolução CoPGr 6788, de 10 de abril de 2014, passam a ter a redação conforme o anexo.

Artigo 2º – Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação.

Artigo 4º – Ficam revogadas as disposições em contrário (Processo 2009.1.8118.1.9).

Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Universidade de São Paulo, 30 de junho de 2016.

CARLOS G. CARLOTTI JR
Pró-Reitor

IGNACIO MARIA POVEDA VELASCO
Secretário Geral


REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM
CIÊNCIAS (BIOLOGIA DA RELAÇÃO PATÓGENO-HOSPEDEIRO) DO ICB:

V – LÍNGUA ESTRANGEIRA

V.1 Proficiência em inglês será requisito para admissão no programa. O certificado de proficiência poderá ser emitido pelas seguintes entidades:
- Centro de Línguas da FFLCH/USP na prova semestral aplicada aos candidatos à pós-graduação de todos os programas do ICB da USP. Exigência para aprovação: Suficiente em níveis distintos, para Mestrado e Doutorado.
- TEAP (Test of English for Academic and Professional Purposes). Exigência para aprovação: 70 e 65 pontos para Doutorado e Mestrado respectivamente.
- WAP (Writing for Academic and Professional Purposes. Exigência para aprovação: 50 e 45 para Doutorado e Mestrado, respectivamente.
- TOEFL iBT (Test of English as a Foreign Language – (Internet – based Test). Exigência para aprovação: 60 e 55 pontos para Doutorado e Mestrado, respectivamente.
- TOEFL ITP (Test of English as a Foreign Language – Institutional Test Program). Exigência para aprovação: 500 e 480 pontos para Doutorado e Mestrado, respectivamente.
- IELTS (International English Language Testing System). Exigência para aprovação: 4,5 e 4,2 pontos para Doutorado e Mestrado, respectivamente.
- Exames da Universidade de Cambridge. Exigência para aprovação: Nivel C no FCE (First Certificate in English) e Nível A no PET (Preliminary English Test) para Doutorado e Mestrado, respectivamente.
Para efeito exclusivo de ingresso no programa de pós-graduação, os certificados emitidos pelas instituições acima listadas terão a validade de 5 (cinco) anos.
Serão aceitos como equivalente para atribuição de proficiência na língua inglesa a comprovação de ter cursado, nos últimos 2 (dois) anos, dois semestres sequenciais do curso de inglês instrumental oferecido pelo Centro de Línguas da FFLCH/USP.
V.2 Proficiência em Português será exigida em até 12 (doze) meses para os alunos do curso de Mestrado e 24 (vinte e quatro) meses para os alunos dos cursos de Doutorado e Doutorado Direto. Como comprovante de proficiência em Português são aceitos o Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para estrangeiros (CELPE-BRAS) outorgado pelo Ministério da Educação do Brasil (MEC) ou o certificado de aprovação no exame de proficiência em português realizado pelo Centro de Línguas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP ou o certificado de proficiência pela redação e compreensão de textos definidos pela CCP do Programa.

IX – TRANSFERÊNCIA DE ÁREA DE CONCENTRAÇÃO OU DE CURSO

IX.1 A mudança do curso de Mestrado para o curso de Doutorado, só poderá ser realizada caso haja indicação da Comissão Examinadora por ocasião do exame de qualificação, que deverá emitir parecer circunstanciado.
IX.2 A solicitação deverá ser feita pelo aluno, num prazo máximo de 30 (trinta) dias após o exame de qualificação, com anuência do orientador. Neste caso, deverá ser anexada justificativa e proposta do projeto para o Doutorado.
IX.3 Para a mudança de nível, deverão ser verificados os prazos para a realização de exame de qualificação e os créditos mínimos exigidos para a qualificação no novo curso, além da comprovação de proficiência em Língua Inglesa em nível compatível ao doutorado, conforme item V deste Regulamento. Caso esse prazo já tenha sido ultrapassado, não tenha sido cumprido o número mínimo de créditos ou não seja comprovada a proficiência em Língua Inglesa, a mudança não será possível.
IX.4 A deliberação da CCP deve ser submetida a homologação pela CPG.

XII – PROCEDIMENTOS PARA DEPÓSITO DA DISSERTAÇÃO E TESE

XII.1 O depósito dos exemplares será efetuado pelo candidato no Serviço de Pós-Graduação até o final do expediente do último dia do seu prazo regimental. Para o Mestrado, Doutorado Direto e Doutorado, devem ser entregues 5 (cinco) exemplares impressos da dissertação/tese e 3 (três) cópias da dissertação/tese em formato PDF e seu resumo em formato DOC em meio digital. O depósito deverá ser acompanhado de carta do orientador certificando que o orientando está apto à defesa.
XII.2 O trabalho final no curso de mestrado e doutorado será na forma de dissertação e tese, podendo ser apresentado nas formas descritas a seguir:
XII.2.1 Forma 1
- Capa com nome do autor, título do trabalho, local e data;
- Contra Capa com nome da unidade, nome do autor, título do trabalho, nome do orientador, local e data;
- Lista de Abreviaturas;
- Lista de Figuras, Ilustrações, Equações e tabelas;
- Índice;
- Resumo em Português;
- Abstract em Inglês;
- Introdução;
- Material e Métodos;
- Resultados;
- Discussão ou Resultados e Discussão em um único item;
- Conclusões;
- Bibliografia;
- Anexos;
- Apêndices.
XII.2.2 Forma 2
- Capa com nome do autor, título do trabalho, local e data;
- Contra Capa com nome da unidade, nome do autor, título do trabalho, nome do orientador, local e data;
- Índice;
- Resumo em Português;
- Abstract em Inglês;
- Capítulo com uma Introdução geral;
- Capítulos consistindo em trabalhos publicados ou aceitos para publicação em que o aluno figura como autor, onde sejam descritos a metodologia e resultados pertinentes a dissertação ou tese;
- Capítulo com uma discussão geral;
- Conclusões;
- Bibliografia;
- Anexos.
Trabalhos publicados ou aceitos para a publicação, só poderão ser utilizados em uma única tese ou dissertação.
No depósito da dissertação ou tese, o aluno e o orientador deverão entregar uma declaração afirmando que os trabalhos publicados não foram utilizados em outra dissertação ou tese e que o material impresso foi liberado de copyright.
Os artigos utilizados e todo o texto que compõem o restante do trabalho final deverão ser redigidos em um único idioma.